Animais do Morro

Sapo-de-chifres

Proceratophrys boiei

 

Proceratophys boiei 

 

Encontrado no leste do Brasil entre o Estado de Pernambuco, ao sul do Estado de Santa Catarina, com populações isoladas em Maranguape e Ibiapaba, no Ceará. 

Ele ocorre até 1.200 m de altitude.

É uma espécie muito comum.

É encontrado em florestas primárias e secundárias, na borda da floresta e em áreas degradadas perto da floresta.

Gera em água lenta e corrente temporária na floresta ou na borda da floresta.

As principais ameaças são relacionada à perda de habitat devido à agricultura, plantações de madeira, pastagem de gado, desmatamento, assentamentos humanos.

Também é colhido para o comércio internacional de estimação, embora isto seja pouco provável que tenha um impacto significativo nas populações.

logogo2

Que som ele faz? Quer ouvir? 

 

 perereca-verde2

Perereca-verde

Aplastodiscus callipygius

 

perereca-verde 

 

É uma perereca verde, com porte médio (35 a 45 mm de CRC), cuja distribuição é restrita às Serras da Mantiqueira e do Mar, em altitudes entre 800 e 1500 m. Seu dorso é verde com muitos pontos brancos e alguns marrons. Seus ossos são verdes. Uma possível característica distintiva para o gênero é o fato dos tubérculos metatarsais e metacarpais se apresentarem relativamente bem desenvolvidos, característica esta pouco útil para diagnose imediata por parte de não-especialistas, uma vez que exigiria a comparação do tamanho dos tubérculos de indivíduos desta espécie com os de representantes de outros gêneros.

É uma espécie de hábitos noturnos e florestais.

Reproduz às margens dos riachos de montanha, depositando os ovos em ninhos aquáticos subterrâneos, escavados pelos machos.

logogo2

Que som ele faz? Quer ouvir?